PROJETOS DE CONDOMÍNIOS




Residências Vista da Serra W, 870m2 – Curitiba, PR, Brasil - verão/2017




Histórico do projeto. Projetar 6 sobrados de 145m2 em lotes com declividade de aproximadamente 3,40m, contíguos dentro de um condomínio.
Conceito do projeto. Considerar que o solo é resultado de um aterro e que já existe um grande desnível em relação ao vizinho dos fundo.
Resolução arquitetônica. Para não aumentar esse desnível entre os vizinhos, optou-se em propor um subsolo que favoreceu um boa garagem. No térreo propôs um ambiente único de estar, jantar e cozinha integrados com uma ampla sacada com churrasqueira onde se pode ter uma vista da Serra do Mar. No Superior localizou-se dois dormitórios e uma suíte.













Residencial Vila Clara, 620m2, Curitiba, PR, Brasil - primavera/2016





Histórico do projeto. Projetar um prédio com 6 apartamentos e ser a primeira obra do Estúdio L-VAZ Arquitetura executada pela Aedifica Obras.
Conceito do projeto. Imaginar um edifico residencial de linhas contemporânea e com planta que de certa forma fuja do lugar comum.
Resolução arquitetônica. Livrou-se o térreo para as vagas de garagem e no apartamento tipo ofereceu um dormitório, uma suíte e a opção de com ou sem sacada com churrasqueira.


















Residências Gêmeas, 630m2 – Curitiba, PR, Brasil - primavera/2015



 Histórico do projeto. Foi apresentado ao Estúdio um terreno com declive de mais de 7m e 100% de bosque protegido por lei. Um ótimo desafio.
Conceito do projeto. Desenvolver uma proposta levando em consideração todas as características do terreno, entre elas a localização privilegiada, o perfil natural do terreno, a faixa de preservação exigida e o uso residencial pretendido.
Resolução arquitetônica. No início observamos que a legislação, embora parecesse restritiva em uma rápida análise, ela poderia oferecer possibilidades interessantes em uma análise mais aprofundada. Em lotes menores de 800m2 com cobertura vegetal é possível obter uma taxa de utilização de 75%. E que toda a área de subsolo (abaixo do nível da rua) destinada a estacionamento não é considerada computável no cálculo do potencial construtivo.
Partindo dessas orientações legais deixamos os 25% exigido de preservação do bosque no fundo do lote e localizamos a garagem com
4 vagas no subsolo.
Restou ainda mais de 3m abaixo do subsolo até tocar no perfil do terreno e ainda o pavimento térreo e superior.
Localizamos a área social no, então, 2º subsolo fazendo uma conexão com o bosque remanescente e a área de serviço junto ao corte do terreno na outra extremidade,
está por sua vez foi ventilada por um porão/shaft. E no térreo foi disposto dois grandes dormitórios e uma suíte máster.
Para uma circulação mais confortável e acessível entre as áreas sociais e intima destinou-se uma área para a instalação de um elevador residencial.
Com essas estratégias foi possível implantar dois sobrados de 315m2 cada em um lote de menos de 500m2 e com várias restrições.







Residências Atlântida, 1.135m2 – Curitiba, PR, Brasil - primavera/2014


Histórico do projeto. O estúdio foi procurado pela Incorporadora WHW pois estava disposta a passar a investir em projetos inovadores como diferencial de venda.

Conceito do projeto. Propor uma planta criativa para 7 sobrados que possibilitasse a utilização do sistema construtivo em alvenaria estrutural de blocos de concreto.


Resolução arquitetônica. Criou no centro da fachada um escada envidraçada que permite a entrada da luz natural sem a incidência direta do sol por ser orientada para o Oeste. No térreo a área de serviço tem um ligação prática com a garagem e com o quintal e o sótão tem saída para o terraço.



































































Edifício Residencial Luiz Tramontin, 660m2 – Curitiba, PR, Brasil - verão/2013





Histórico do projeto. Propor o melhor uso em um lote de aproximadamente 600m2 em uma localização privilegiada.


Conceito do projeto. Tirando partido da localização optou-se em fazer um bom apartamento por andar a dois pequenos apartamentos, assim obter uma maior contabilidade com a vizinhança.


Resolução arquitetônica. Aproveitando a declividade natural do terreno implantou-se a cisterna e o subsolo semi-enterrados para 7 vagas de garagem. No desenvolvimento, 4 pavimentos tipos com as unidades residenciais de 170m2 com 3 suítes, dependência de empregada, lavanderia, copa/cozinha, sacada com espaço gourmet e uma ampla sala de estar/jantar. No ático propôs para área de lazer comum uma academia e uma sauna seca. Além de um terraço de mais de 100m2 votado para o norte e a bela vista do bosque preservado.

















Residências Vista da Serra, 3.100m2 – Curitiba, PR, Brasil - primavera/2012

  


Histórico do projeto. Atender a demanda da recém criada Incorporadora Siqueira. Implantar o maior número possível de unidades residenciais permitido pela legislação.

Conceito do projeto. Desenvolver a unificação de 8 lotes e implantar 30 unidades residenciais, residências térreas e sobrados.

Resolução arquitetônica. Considerando a forte declividade propôs estabelecer 5 platôs onde as residências foram implantadas. As residências térreas que totalizaram 12 unidades foram implantadas voltadas para as ruas e os 18 sobrados formaram um condomínio independente fechado.

















Residências Irmãs, 340m2 – Curitiba, PR, Brasil - verão/2012



Histórico do projeto. Criar duas residências para mãe e filha. Embora estarem em fazes diferentes da vida os programas arquitetônicos foram bem parecidos. A filha mora com o marido e filho e a mãe com seu filho mais novo. A filha precisava de espaço para o filho brincar, garagem para 2 carros e um quarto 3 dormitórios, já a mãe, por sua vez sonhava em ter uma cozinha ampla industrial para fazer massas para vender e um terraço para cultivar flores.

Conceito do projeto. Propor duas residências em um lote em declive criando o mínimo de movimentação de terra.

Resolução arquitetônica. Aproveitando o declive natural do terreno, que não era muito acentuado, localizou-se o pavimento térreo um pouco abaixo da rua e o pavimento superior com as áreas intimas e um terraço bem ensolarado próximo do nível da rua.


















































Residências Luiz Amora, 1.280m2 – Curitiba, PR, Brasil - inverno/2011

 

Histórico do projeto. Projetar um empreendimento com 10 residências para a Incorporadora USC Fernandes no bairro Capão Raso.

Conceito do projeto. Promover a unificação de 4 lotes resultando em um lote de dimensões ideais pra a implantação das 10 unidades habitacionais.

Resolução arquitetônica. Localizou-se 6 sobrados de 2 dormitórios e 1 suíte, internos,  e de frente para rua outros 4 sobrados de 2 dormitórios e 1 suíte master. Todas as unidades contaram com sótão.














      

  








Nenhum comentário:

Postar um comentário